Salada Verde

Manejo sustentável na zona da BR-163

Serviço Florestal abre edital de concessão de 210 mil hectares no sudoeste do Pará.

Redação ((o))eco ·
28 de outubro de 2010 · 11 anos atrás
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente

No dia 27 de outubro o Serviço Florestal Brasileiro abriu o primeiro edital de concessão para a produção sustentável de madeira no Pará. A área fica localizada na Floresta Nacional do Amana e possui 210 mil hectares. Com o edital, o governo federal inicia a disponibilização de 800 mil hectares para manejo de madeira na Amazônia, na região de influência da BR-163.

A área tem importância estratégica para a região (entre os municípios de Itaituba e Jacareacanga) , que tem um dos piores indicadores sociais do país. Os 210 mil hectares concedidos serão divididos em cinco áreas com extensões diferentes, de aproximadamente 30 a 89 mil hectares cada unidade de manejo. Os concorrentes serão pontuados de acordo com critérios estabelecidos no edital. Entre os parâmetros avaliados estão fatores econômicos, sociais e ambientais, eficiência, grau de processamento local e o preço por metro cúbico de madeira.

O edital priorizará quem oferecer a melhor relação entre geração de emprego e baixo impacto ambiental da exploração, é aberto a empresas grandes e pequenas, associações e cooperativas. O contrato terá duração de 40 anos, e nos primeiros anos os vencedores do edital receberão descontos em pagamentos de suas atividades.

Leia também

Salada Verde
3 de dezembro de 2021

Paraná pretende reativar trecho brasileiro de trilha histórica que liga o Atlântico ao Pacífico

Chamada de Caminhos do Peabiru, trilha tem 1.550 no trecho paranaense, que vai de Paranaguá a Guaíra. Caminho era usado por incas e guaranis, antes da colonização

Notícias
3 de dezembro de 2021

Amapá vende terras públicas invadidas a R$ 46 o hectare

Estado possui mais de 2,5 milhões de hectares de áreas ainda não destinadas. Cerca de 50% deste total é classificado como de importância biológica extremamente alta

Reportagens
3 de dezembro de 2021

Novo Código de Mineração propõe aprovação automática de milhares de processos parados na ANM

Proposta pode afetar mais de 90 mil requerimentos que aguardam aprovações técnicas e ambientais; medida ainda interfere na criação de unidades de conservação e dificulta demarcação de terras indígenas

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta