Análises

6 livros infantis para conhecer e amar a biodiversidade brasileira

De olho no Dia das Crianças, selecionamos alguns livros infantis que trazem a flora e a fauna brasileiras como protagonistas

Nanda Melonio ·
11 de outubro de 2021

Na coluna anterior, falei sobre a experiência de mostrar um pouco da natureza brasileira para o meu filho, que tem dois anos e nunca foi ao Brasil. Os livros têm sido meus aliados nessa missão – e em tantas outras –, e por isso decidi compartilhar com vocês alguns títulos bem interessantes e que costumam atrair a atenção de meninos e meninas de todas as idades, mesmo aqueles que não têm tanto hábito de ler ou ouvir histórias. Com o Dia das Crianças chegando, por que não dar um presente diferente, de repente combinando com um passeio ou experiência ligados ao tema do livro escolhido?

“Pé-de-bicho” (Márcia Leite e Joãocaré — Ed. Pulo do Gato)

Um livro de procurar, estilo “Onde Está Wally?”, onde os protagonistas são bichos da fauna brasileira. A dificuldade vai se tornando maior a medida em que se passa as páginas desse maravilhoso conto cumulativo, fazendo com que os pequenos leitores descubram muitos detalhes que passariam despercebidos nas ilustrações.

“Cadê os bichos?” (Cris Eich — Ed. Bamboozinho)

Através de um passeio de mãe e filha na floresta, este livro apresenta um pouco da fauna brasileira e fala das marcas deixadas pelo “bicho homem” no habitat dos animais. É um livro divertido, embora tenha um final abrupto, e pode ser lido inclusive para crianças bem pequenas.

“Abaré” (Graça Lima — Ed. Paulus) 

Abaré significa “amigo” em tupi-guarani. Esse é o nome do protagonista deste livro ilustrado, um menino indígena de etnia mati, que adora conhecer novos lugares e descobrir as diferenças que existem em cada espécie da fauna e da flora brasileiras. Os matis têm grande amor pela floresta e pelos animais, e para eles todos são abarés. A trama é repleta de surpresas e descobertas para o protagonista, e mostra de forma clara aos pequenos leitores a importância da preservação da natureza e o valor da amizade.

“A perigosa vida dos passarinhos pequenos” (Miriam Leitão — Ed. Rocco) 

Um belo dia, os passarinhos iniciaram uma rebelião contra a falta de árvores na região em que viviam. Trata-se de uma fábula ecológica cativante, um convite para leitores de diversas idades aderirem à  perspectiva dos pássaros. As ilustrações retratam as aves com muita verossimilhança, quase como pinturas.

“Crianças da Amazônia” (Mauricio Veneza — Ed. Mundo Mirim) 

Quando falamos da região amazônica, parece que se trata de um bioma uniforme, quando na verdade o caldo é bem mais complexo. Este livro me chamou a atenção justamente por trabalhar isso de maneira clara e simples, nos transportando para as diversas amazônias que existem dentro da Amazônia: através das brincadeiras, costumes, festas típicas, culinária, fauna, flora e histórias locais, vamos conhecendo personagens como Rodrigo, que tem pai seringueiro; Tonho, que “mora numa casa que mais parece uma garça com as pernas dentro do rio”; Joana, uma menina quilombola; o indígena Kiniriê, dentre outros.

“Bebês Brasileirinhos: poesia para os filhotes mais especiais da nossa fauna” (Lalau e Laurabeatriz — Ed. Companhia das Letrinhas)

Este é o segundo volume de uma coleção sobre os animais brasileiros que poderia entrar inteira nesta lista. Tem livro sobre a fauna nacional, da Amazônia, e este é focado nos filhotes, especialmente aqueles que estão em risco de extinção. Além dos poemas, informações sobre as espécies e ilustrações belíssimas, esta edição traz uma lista de parques nacionais e organizações que se ocupam com a conservação da biodiversidade.

As opiniões e informações publicadas nas sessões de colunas e análises são de responsabilidade de seus autores e não necessariamente representam a opinião do site ((o))eco. Buscamos nestes espaços garantir um debate diverso e frutífero sobre conservação ambiental.

Leia também

Análises
7 de outubro de 2021

Livros, mapas e imaginação: apresentando a flora e a fauna brasileiras a um gringuinho

Falar da natureza brasileira para crianças pequenas nem sempre é simples. Quando se está longe do país a tarefa é um pouco mais complicada – mas não impossível

Reportagens
26 de outubro de 2021

De olho na COP-26, governo lança Programa de Crescimento Verde

Especialistas classificam iniciativa como vazia e retórica. Com desmatamento em alta e falta de políticas de controle, Brasil não terá nada de relevante para levar a Glasgow

Salada Verde
26 de outubro de 2021

Governo atualiza lista de municípios que mais desmatam a Amazônia

União do Sul (MT), Santana do Araguaia (PA) e Ulianópolis (PA) estão na lista de municípios críticos. Os três mais que dobraram a área desmatada entre 2019 e 2020

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta