Salada Verde

Unidades de Conservação: Itatiaia e Alcatrazes reabrem ao público

Fechados desde março por causa da pandemia do coronavírus, o parque nacional de Itatiaia e o refúgio de vida silvestre de Alcatrazes voltam a receber visitantes, com restrições de atrativos e medidas de prevenção

Daniele Bragança ·
29 de julho de 2020 · 1 anos atrás
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente

Fechados desde março por causa da pandemia do coronavírus, o parque nacional de Itatiaia e o refúgio de vida silvestre de Alcatrazes voltam a receber visitantes, com restrições de atrativos e medidas de prevenção. Por enquanto, a visitação em Itatiaia se limitará aos atrativos situados no estado do Rio de Janeiro, enquanto perdurarem as restrições estabelecidas pelo estado de Minas Gerais. Já Alcatrazes, em São Paulo, não permitirá o pernoite e as embarcações só poderão operar com metade da capacidade de passageiros permitida. Leia as especificações nas portarias publicadas nesta quarta-feira (29) no Diário Oficial da União (Daniele Bragança).

Saiba Mais

Portaria Nº 790 – Reabertura da visitação pública no Parque Nacional do Itatiaia.

Portaria  Nº 788 – Reabertura da visitação pública no Refúgio de Vida Silvestre do Arquipélago de Alcatrazes – Refúgio de Alcatrazes

 

Leia Também 

ICMBio suspende visitação em unidades de conservação em prevenção ao coronavírus

 

  • Daniele Bragança

    É repórter especializada na cobertura de legislação e política ambiental. Formada em jornalismo pela Universidade do Estado d...

Leia também

Notícias
17 de março de 2020

ICMBio suspende visitação em unidades de conservação em prevenção ao coronavírus

Ofício encaminhado hoje pelo presidente do ICMBio indica o fechamento de todos os parques nacionais por uma semana como medida preventiva ao Covid-19

Reportagens
3 de dezembro de 2021

Novo Código de Mineração propõe aprovação automática de milhares de processos parados na ANM

Proposta pode afetar mais de 90 mil requerimentos que aguardam aprovações técnicas e ambientais; medida ainda interfere na criação de unidades de conservação e dificulta demarcação de terras indígenas

Notícias
2 de dezembro de 2021

Lideranças indígenas do Pará cedem à pressão de invasores e aceitam reduzir seu território pela metade

Caciques da TI Apyterewa disseram ao STF que, em “acordo” feito com invasores, aceitam redução de 392 mil hectares de suas terras

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta